COMPARTILHE
 

Fonte: https://saviocavalcante81.jusbrasil.com.br/ | Por Sávio Sá

Quais procedimentos devo tomar se o locador se recusar a receber o imóvel locado.

Antes, falaremos um pouco sobre contrato de locação.

O contrato de locação pode ter sua vigência por prazo determinado - com previsão de início e término da locação - ou por prazo indeterminado - quando no contrato não existe previsão de termino ou quando extrapolada a data do término por prazo determinado o locador não manifestou expressamente sua vontade em prorrogar a vigência da locação.

devolucao de imovel

O locatário ao devolver o imóvel locado, antes da data do término estipulado no contrato de locação terá que pagar a multa pactuada para desfazimento do contrato.

Importante. O pagamento dessa multa será sempre proporcional ao período faltante para cumprimento do prazo final estipulado no contrato. Assim, se restam apenas 3 meses para o fim do contrato de locação, a multa será proporcional a esse período.

Quando a devolução do imóvel ocorrer sob a vigência de contrato de locação por prazo indeterminado, o locatário não arcará com nenhuma multa para sua devolução, devendo, no entanto, mediante aviso por escrito ao locador, denunciar a locação com antecedência mínima de trinta dias.

Na devolução de imóvel locado por prazo determinado o locatário ficará dispensado da multa se a devolução do imóvel decorrer de transferência, pelo seu empregador, e se notificar, por escrito, o locador com prazo de, no mínimo, trinta dias de antecedência.

Portanto, se em qualquer das situações o locador se negar a receber o imóvel locado, deverá o locatário notificá-lo extrajudicialmente sobre a devolução, informando dia e horário para que ele receba as chaves. Não obtendo sucesso, o locatário deverá consignar em juízo as chaves do imóvel locado, para fazer cessar a renovação da dívida de aluguel.

O locatário deverá, também, depositar os valores residuais, como multas e quaisquer outros que sejam devidos ao locador até aquela data.

Esteja sempre acompanhado de advogado para promover as medidas judiciais e extrajudicial cabíveis e fazer valer seus direitos.

rodape 2019